Ouro à vista

Considerado uma opção mais defensiva de investimento e bastante procurado em momentos de alta volatilidade, o ouro como ativo financeiro é negociado na B3 por meio de contratos de lotes padrão de 250g (OZ1D), 10g (OZ2D) ou 0,225g (OZ3D).

A cotação é sempre feita por grama (R$/g). Assim, para adquirir um dos contratos, você deve multiplicar o valor da cotação por grama pela quantidade presente em cada contrato.

Você pode conferir as cotações no site da Itaú Corretora, na busca de cotações. Para isso, utilize os códigos correspondentes a cada contrato: OZ1D, OZ2D ou OZ3D.

A negociação de ouro pode ter liquidação tanto física quanto financeira. A liquidação financeira das operações ocorre em D+1, ou seja, em um dia útil após a compra ou a venda.

Normalmente, são negociados apenas os contratos, sem a entrega física do metal. No entanto, caso opte pela liquidação física, o investidor poderá retirar quantias múltiplas de 250g. Para saber como e onde realizar esse procedimento, é preciso consultar a lista de custodiantes e fundidores disponível no site da B3 > Serviços > Busca de outros participantes.


Como investir

Na Itaú Corretora, as negociações de ouro são feitas pelo atendimento telefônico. Para começar a investir, você deve primeiro fazer seu cadastro no mercado referente ao segmento BM&F. Clique aqui para acessar o formulário.

Você deve preencher e assinar o formulário, reconhecer firma ou solicitar o abono da assinatura pelo seu gerente e enviar uma cópia digitalizada para o e-mail itaucordocumentacaoecadastro@itau-unibanco.com.br. É necessário também enviar a versão original impressa para o endereço abaixo:

Itaú Corretora de Valores S.A
Aos cuidados: BackOffice Itaú Corretora
Expedição “DOCA”: Avenida Horácio Lafer, 372
03° Andar. CEP: 04538-081
Itaim Bibi – São Paulo – SP

Seu cadastro estará habilitado em até dois dias úteis depois do recebimento da documentação pela Itaú Corretora. Por isso, fique atento ao prazo dos Correios para a entrega. Após a habilitação, você pode entrar em contato com o atendimento telefônico e começar a operar.

Importante: as operações de compra ou venda de ouro, assim como consultas a extratos ou posições, só podem ser realizadas via atendimento telefônico e não estão disponíveis no site da Itaú Corretora (home broker).

Para correntistas Itaú:

4004-3131 (capitais e regiões metropolitanas)
0800 722 3131 (demais regiões)

Para não correntistas Itaú:

4004-3005 (capitais e regiões metropolitanas)
0800 726 3005 (demais regiões)


Tributação

A tributação das operações com ouro é a mesma aplicável ao mercado de ações. Há alíquota de 15% sobre o ganho obtido na venda dos contratos e também existe isenção sobre as vendas feitas abaixo de R$ 20 mil no mês. É o próprio investidor quem deve apurar e recolher o imposto de renda por meio de DARF.

Também é possível deduzir todas as despesas incorridas nas operações de compra e venda de ouro e é retido imposto de renda na fonte (IRRF) à alíquota de 0,005% (esse recolhimento é feito pela Itaú Corretora).

Quais as vantagens de investir em ouro?

• Alternativa de investimento em épocas de crise financeira
• É uma reserva de valor durável
• Tem liquidez internacional
• Aceito como garantia para negociação de outros ativos na BM&FBOVESPA

Para quem o investimento é indicado

• Para investidores de perfil mais conservador e com maior aversão ao risco
• Investidores de longo prazo
• Quem busca diversificar investimentos


Quais os riscos de investir em ouro?

Apesar de, historicamente, o ouro ser um investimento mais conservador e com boas taxas de retorno, alguns fatores podem influenciar o preço e afetar as cotações. Entre eles:

• Fluxos de importação e exportação do metal entre países
• Períodos de sazonalidade durante o ano
• Fatores naturais que possam afetar a extração do ouro
• Políticas monetárias de diversos países ao redor do mundo lastreadas em ouro
• Oferta e demanda de investidores individuais

Para saber mais, clique aqui

 

ESTA INSTITUIÇÃO É ADERENTE AO CÓDIGO ANBIMA DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS PARA ATIVIDADE DE DISTRIBUIÇÃO DE PRODUTOS DE INVESTIMENTO NO VAREJO.