Short ou venda a descoberto

Entenda como funciona a venda a descoberto

A venda a descoberto – também chamada de “short” – é uma estratégia que consiste na venda de uma ação que você não possui em carteira. Para fazer isso você realiza duas operações: aluguel da ação que não tem e venda deste mesmo ativo.

Mas por que vender uma ação que você nem possui? Porque a estratégia é realizada quando há indícios de que o mercado vai entrar em tendência de queda e, dessa forma, você acredita que o preço de determinada ação vai cair.

Assim, se a cotação de fato cair, na hora de devolver a ação alugada você a comprará a um preço mais baixo no mercado à vista e ganhará nessa diferença de preços.

Por exemplo: imagine que as ações ABCD estejam em queda e você acredita que essa tendência vai durar. Você decide então vender 1.000 ações ABCD ao preço de
R$ 10 cada uma, mesmo sem possuir nenhuma delas em carteira.

Para fazer isso, você aluga as ações no mercado e, assim, tem o ativo em mãos para entregar ao comprador das 1.000 ações que você colocou à venda. Pela operação, você vai receber R$ 10.000 (1.000 ações x R$ 10).

Ao final do prazo do aluguel, as ações ABCD estão cotadas a R$ 6. Dessa forma, você vai recomprar as mesmas 1.000 ações que você alugou para vender, e que você precisa devolver ao doador, por R$ 6.000. Assim, você teve um ganho de R$ 4.000 nessa operação (sem contar custos operacionais) na diferença entre os R$ 10.000 que recebeu e os R$ 6.000 que pagou para entregar as ações ao doador.

Assim, ao fazer um short você também consegue aproveitar momentos em que o mercado está em queda ou “de lado”, tendo outras oportunidades de ganhos além do mercado em alta.

Por outro lado, caso a operação inverta a tendência, isto é, se o mercado passar a subir em vez de cair, é importante você sempre acionar o stop e encerrar a operação, a fim de evitar grandes perdas.

Como você está vendendo ações que não possui, a BM&FBovespa exige o depósito de garantias (ativos que podem ser vendidos caso você não honre a obrigação de devolver ao doador as ações alugadas) para a realização das operações.

A BM&FBovespa define os ativos que são aceitos como garantia (tais como ações, CDB e dinheiro) e revisa a lista periodicamente. O valor da margem de garantia será igual, no mínimo, ao valor em que o investidor está vendido (se ele vendeu R$ 10 mil no momento inicial da estratégia, terá que apresentar R$ 10 mil em ativos de garantia) e aumenta em caso de o mercado realizar um movimento inverso e as ações começarem a se valorizar.




Vantagens



Oportunismo

Oportunidade de ganhos mesmo em momentos de queda do mercado

Agilidade

Aproveitar o momento do mercado sem ter o ativo em carteira

Facilidade

Não precisa gastar o recurso na hora – você só vai desembolsar o dinheiro na hora de recomprar as ações para devolução (embora tenha que possuir valores que servirão de garantia)


Como saber se esse investimento é adequado para mim?

As operações estruturadas envolvem estratégias complexas, voltadas para quem tem mais experiência e conhecimento no mercado de ações.

Além disso, são indicadas apenas para investidores de perfil arrojado ou agressivo, com apetite por risco, dispostos a correrem riscos mais altos em busca de retornos mais elevados.

O investidor deve estar ciente dos riscos das operações e da possibilidade de perdas. Em alguns casos, o prejuízo da operação pode ser maior do que o valor aportado. Em outros, caso a operação dê errado, o investidor pode precisar apresentar ainda mais garantias exigidas pela bolsa.

Por envolverem mais riscos, os investidores que quiserem realizar operações estruturadas já devem ter uma reserva de emergência e só fazer esse tipo de operação com recursos dos quais não vão precisar dispor no curto prazo.

Riscos

• Quando você faz uma operação de short, você acredita que o mercado está numa tendência de baixa e os preços das ações vão cair. Caso o preço não caia, sua operação pode não dar certo.

• Além disso, caso o mercado entre em tendência de alta, a bolsa pode exigir mais garantias, ou seja, você pode ser chamado para depositar mais ativos junto à BM&FBovespa.

Custos da operação

Taxa de corretagem no momento da compra e venda das ações e taxa de BTC (que é o custo do aluguel e varia de acordo com a ação envolvida), além de uma comissão de intermediação de 0,25% ao ano para o tomador, sendo o mínimo de R$ 10, da BM&FBovespa.

Para saber mais, inclusive sobre as taxas praticadas atualmente, consulta as informações disponíveis na BM&FBovespa.

Tributação

A apuração é bastante parecida com o IR que incide sobre uma operação no mercado à vista. Isto é: IR à alíquota de 15% para operações normais e alíquota de 20% para operações de day trade.

A principal diferença é que os gastos com a taxa de aluguel das ações podem ser descontados do lucro, junto com os outros custos operacionais, para reduzir a base sobre a qual incide o imposto.


Como investir

O primeiro passo é assinar os contratos necessários para realizar esse tipo de operação. É por meio deles que você fica conhecendo seus deveres e obrigações para realizar operações estruturadas, já que esse tipo de estratégia pode requerer algumas garantias.

Caso você tenha se cadastrado na Itaú Corretora ou feito sua atualização cadastral após outubro/2014, você já assinou as versões atualizadas dos contratos, que contemplam as operações estruturadas.

Ao contrário, se você ainda não atualizou seu cadastro, basta acessar o menu Perfil e realizar sua atualização cadastral. Ao final do processo, você deve assinar eletronicamente os contratos e informar sua senha do cartão (ou assinatura eletrônica).

O volume mínimo para a realização da operação é de R$ 50 mil.

Para realizar esta operação, basta entrar em contato com nosso Atendimento.

Para correntistas:
4004-3131 (capitais e regiões metropolitanas)
0800 722 3131 (demais regiões)

Para não correntistas:
4004-3005 (capitais e regiões metropolitanas)
0800 726 3005 (demais regiões)


ESTA INSTITUIÇÃO É ADERENTE AO CÓDIGO ANBIMA DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS PARA ATIVIDADE DE DISTRIBUIÇÃO DE PRODUTOS DE INVESTIMENTO NO VAREJO.